. Seguidores e agentes multiplicadores do conhecimento.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

DIA DO TRABALHO – HÁ RAZÕES PARA COMEMORAR?












Até o ano de 1886, os trabalhadores jamais pensaram em exigir seus direitos, apenas trabalhavam. Mas no ano de 1886, aconteceu uma manifestação de trabalhadores nas ruas de Chicago, para reivindicar a redução da jornada de trabalho, e nesse mesmo dia teve uma greve geral nos Estados Unidos.
Três anos depois, foi convocado em Paris uma manifestação anual para reivindicação das horas de trabalho e foi programada para o dia 1º de maio, como homenagem as lutas sindicais em Chicago. No dia 23 de abril de 1919, o Senado francês ratificou às 8 horas de trabalho e proclamou o dia 1º de maio como feriado, e um anos depois a Rússia fez o mesmo.
Após a França estabelecer o Dia do Trabalho, a Rússia foi o primeiro país a adotar a data comemorativa, em 1920. No Brasil, a data foi consolidada em 1924 no governo de Artur Bernardes. Além disso, a partir do governo de Getúlio Vargas, as principais medidas de benefício ao trabalhador passaram a ser anunciadas nessa data. O DIA DO TRABALHO, porém, só foi institucionalizado com o Estado Novo, em 1938, e declarado feriado nacional pelo governo do marechal Eurico Gaspar Dutra, com a Lei n. 662, de 6 de abril de 1949.
O Dia do Trabalho é essencialmente importante, porque é nessa data que lembramos o esforço humano para modificar a natureza e explorá-la para o progresso da humanidade. Todas as pessoas, cada uma na sua profissão, são igualmente necessárias. A comunidade depende tanto de engenheiros e médicos quanto de pedreiros, padeiros e agricultores.
Só o trabalho constrói. Todo o conforto de que a humanidade goza hoje em dia é fruto do trabalho de muitas pessoas.
Todo trabalho honesto dignifica, por mais humilde que seja. Quem faz do trabalho o seu maior prazer da vida, vê que só tem a lucrar, pois além de manter-se com orgulho e honestidade, não tem vontade nem tempo para a ociosidade, que quase sempre leva a maus hábitos.

Hoje, sob a designação de DIA DO TRABALHO, são feitas comemorações em quase todos os países do mundo, com pequenas variantes quanto à data. Nada mais justo do que lembrar nesse dia de todos aqueles que com seu trabalho constroem algo de bom para a Pátria e para a Humanidade. Mas só lembrar não basta, é preciso no Brasil respeitar os direitos dos trabalhadores  - porém a realidade vivida por milhares de cidadãos é outra, pois uma quantidade considerável recebem baixos salários e também atrasos nos pagamentos de tais,  além dos descasos no cumprimento das Leis Trabalhistas e precárias situações no ambiente de trabalho.
Se todo trabalho honesto dignifica, mas digno seria então valorizar os nossos trabalhadores em todos os sentidos, os qualificando e de uma forma mais respeitadora, pagar de fato a tais o valor real do seu trabalho.
Até quando seremos usados pelos detentores do capital? Até quando seremos palhaços nas mãos de tais?


PROF. JOSEMAR DORILÊO
Em nome dos trabalhadores e de melhores salários. 

sábado, 28 de abril de 2012

LEIA NA ÍNTEGRA: TEMAS DE PESO DO PROF. JOSEMAR DORILÊO DE ATUALIDADES PARA A SUA REDAÇÃO E PARA A PROVA DA PF.















TEMAS DE PESO PARA A SUA REDAÇÃO:

. TEMA 1: AMAZÔNIA
Questões ambientais / Desenvolvimento sustentável / Fronteiras / Conflitos de terra / Conflitos indígenas / Narcotráfico / Armas / RIO + 20 / 2012 – Expira o Protocolo de Kyoto / 20 anos da ECO-92.

. TEMA 2: CRISE ECONÔMICA MUNDIAL
Sistema capitalista / Neoliberalismo / Sistema financeiro / Causas e Consequências / Blocos econômicos / 20 anos da UE / 10 anos da Zona do Euro.

. TEMA 3: MULHER
A mulher na atual conjuntura político-social no mundo e no Brasil / Dados sociais e estatísticos da mulher no Brasil / 80 anos –  voto feminino no país / Preconceito / Bullying / Violência.

. TEMA 4: EVENTOS ESPORTIVOS
2013 – Copa das Confederações ( sedes ) / 2014 – Copa do Mundo ( sedes ) / Olimpíadas / Ações afirmativas /  Portos e aeroportos / Consequências / Criminalidade


TEMAS DE PESO PARA A SUA PROVA DE ATUALIDADES:


·         90 ANOS - CRIAÇÃO DA URSS
·         90 ANOS - SEMANA DA ARTE MODERNA
·         80 ANOS – REVOLTA CONSTITUCIONALISTA DE SÃO PAULO
·         80 ANOS – O PRIMEIRO VOTO FEMININO NO BRASIL
·         70 ANOS - INÍCIO DA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO NO BRASIL
·         70 ANOS – O BRASIL DECLARA GUERRA AO EIXO ( ROMA-BERLIM-TÓQUIO )
·         30 ANOS - GUERRA DAS MALVINAS
·         20 ANOS – REALIZAÇÃO DA ECO-92
·         20 ANOS – CRIAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA ( TRATADO DE MAASTRICHT ).
·         10 ANOS – CRIAÇÃO DA ZONA DO EURO
·         ELEIÇÕES NOS EUA, FRANÇA, FEDERAÇÃO RUSSA, CHINA E VENEZUELA
·         PROTOCOLO DE KYOTO - EXPIRA EM 2012
·         ENCONTRO MUNDIAL DE SUSTENTABILIDADE NO RIO DE JANEIRO ( RIO + 20 )
·         2012 - ÚLTIMO ANO DAS REGRAS E NORMAS ANTIGAS DA LÍNGUA PORTUGUESA.
. BRICS
. CRISE ECONÔMICA ATUAL
. CRISE NO MUNDO ÁRABE ( PRIMAVERA ÁRABE )
. NARCOTRÁFICO
. VIOLÊNCIA / FAVELIZAÇÃO

  
Prof. Josemar Dorilêo.
Em nome da Educação e do Conhecer.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

POR ISSO EU LUTO PELA VIDA E VOCÊ?




















NUMA VERGONHOSA DECISÃO OS DEPUTADOS APROVARAM A DESTRUIÇÃO DAS NOSSAS MATAS. E AGORA DILMA, IRÁ CONCORDAR TAMBÉM COM ISSO EM NOME DAS COLIGAÇÕES POLÍTICAS?
AS MANCHETES ANUNCIAM QUE O GOVERNO FOI DERROTADO NA CÂMARA...PELO JEITO A ÚNICA PREOCUPAÇÃO DE TAIS.
DERROTADO FOI A VIDA, DERROTADO FOI O POVO BRASILEIRO...DERROTADO FOI O NOSSO FUTURO.
REAJA POVO BRASILEIRO.
POR ISSO EU LUTO PELA VIDA E VOCÊ?

quarta-feira, 25 de abril de 2012

segunda-feira, 23 de abril de 2012

PROF. JOSEMAR DORILÊO E CURSO JUSPODIVM

















RENDIMENTO SATISFATÓRIO DAS AULAS DE ATUALIDADES PARA A POLÍCIA FEDERAL NO CURSO JUSPODIVM.
A PARCERIA - PROF. JOSEMAR DORILÊO E CURSO JUSPODIVM, É SINÔNIMO DE EXCELÊNCIA E ESTÁ APENAS COMEÇANDO.

ABRAÇOS A TODOS OS MEUS ALUNOS DA PF DESSE CURSO.
PROF. JOSEMAR DORILÊO.

domingo, 22 de abril de 2012
















Olá concurseiro.
O tema da redação da prova da CEF foi: progresso x lixo eletrônico.
Isso é: questões econômicas, sociais e ambientais - desenvolvimento sustentável/sustentabilidade - missão da CAIXA ECONÔMICA, muito discutido nas minhas aulas.
Espero ter colaborado na elaboração da redação.
QUE VENHA A APROVAÇÃO DE TODOS, AMÉM.
Abraços do PROF. JOSEMAR DORILÊO.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

BRASIL, 512 ANOS / PROF. JOSEMAR DORILÊO.





O “descobrimento” do Brasil pelos portugueses ocorre em um período de crise e grandes transformações na Europa. Entre os séculos XII e XIV o feudalismo vai cedendo lugar a uma nova forma de organização social. O comércio floresce e, com ele, surge uma nova classe social, a burguesia mercantil. Ela é quem vai financiar as grandes navegações dos séculos XV e XVI, que resultam na descoberta da América e do Brasil, na conquista e colonização da África e da Ásia.

No século XV a nova burguesia europeia e parcelas da nobreza buscam na expansão comercial uma saída para a crise econômica do continente. Procuram novos mercados produtores e consumidores, já que o comércio entre a Europa e Oriente feito através do Mediterrâneo é insuficiente para gerar as riquezas necessárias para solucionar a crise europeia. Tentam superar o controle exercido por Veneza e Gênova sobre os produtos das Índias, nome genérico que inclui todo o Oriente.

Os objetivos da nova burguesia comercial europeia são alcançar a África, com suas cobiçadas fontes de ouro e prata, e as Índias, terra das especiarias, sedas e pedrarias. O empreendimento é dispendioso e arriscado. Entre todos os povos que se organizam para a aventura, os portugueses saem na frente, devido a um conjunto de fatores favoráveis dentre os quais destaca-se a precoce centralização política do reino, posição geográfica, rápida formação de uma burguesia comercial e, o mais significativo, uma dinastia que aposta na expansão comercial.

O processo histórico brasileiro é caracterizado pela nossa forte dependência em relação às metrópoles europeias (Portugal e Inglaterra) e posteriormente aos Estados Unidos. Dado o sistema vigente, o Brasil englobado neste, corresponde às necessidades oriundas das transformações verificadas no âmbito do modo de produção capitalista. Alguns países foram favorecidos pelo sistema e a grande maioria não. As políticas são adotadas e a cada período há de surgir novas concepções econômicas capazes de mudar regras já definidas. Se em um determinado período o País desempenhou o papel de fornecedor de matérias-primas necessárias ao desenvolvimento europeu e estadunidense, é devido às razões lógicas da época.

Na atualidade, o desenvolvimento brasileiro depende de suas próprias características (situação geográfica, passado histórico, extensão territorial, população, cultura, recursos naturais e principalmente uma rígida política governamental capaz de alavancar tal). No Brasil, há considerável perda de recursos, sob a forma de exploração de capital, importações desnecessárias, desenvolvimento de setores não prioritários, gastos militares excessivos, desemprego e subemprego que, em principio, poderia ser evitado. Os recursos assim poupados constituem um excedente acumulável que, uma vez reinvestido, tende a se reproduzir e ampliar. A verdadeira dificuldade está em mobilizar esse excedente, pois a interferência no uso desses recursos, costuma contrariar interesses que, muitas vezes, encontram-se representados com muita força junto ao poder.

A guinada para o desenvolvimento deve ser precedida por mudanças políticas profundas (especialmente a conquista da independência política e a formação de governos que coloquem o desenvolvimento nacional como objetivo principal); a partir daí deverá fortalecer a ideia de “desenvolvimento”, um processo de transformação estrutural com o objetivo de superar o atraso histórico em que se encontra o Brasil e alcançar no prazo mais curto possível, o nível de bem-estar dos países considerados “desenvolvidos”, para que possamos com orgulho - alfabetizados, sem fome e vivendo numa sociedade justa e digna – comemorar nossas próprias descobertas, seja no campo educacional, social e tecnológico e, não um “22 de abril” que representa uma data pela qual os portugueses escolheram para oficializar a posse das nossas terras.


PROF. JOSEMAR DORILÊO

Em nome da educação e do conhecer.

19 DE ABRIL - DIA DOS VERDADEIROS DONOS DO BRASIL.






Historiadores afirmam que antes da chegada dos europeus à América havia aproximadamente 100 milhões de índios no continente. Só em território brasileiro, esse número chegava 5 milhões de nativos, aproximadamente. Estes índios brasileiros estavam divididos em tribos, de acordo com o tronco linguístico ao qual pertenciam: tupi-guaranis (região do litoral), macro-jê ou tapuias (região do Planalto Central), aruaques (Amazônia) e caraíbas (Amazônia).

Atualmente, calcula-se que apenas 600 mil índios ocupam o território brasileiro, principalmente em reservas indígenas demarcadas e protegidas pelo governo. São cerca de 200 etnias indígenas e 170 línguas. Porém, muitas delas não vivem mais como antes da chegada dos portugueses. O contato com o homem branco fez com que muitas tribos perdessem sua identidade cultural.

As principais etnias indígenas brasileiras na atualidade e a população estimada são: Ticuna (35.000), Guarani (30.000), Caiagangue (25.000), Macuxi (20.000), Terena (16.000), Guajajara (14.000), Xavante (12.000), Ianomâmi (12.000), Pataxó (9.700), Potiguara (7.700).

Os nativos brasileiros não são todos iguais. Ao contrário, existe uma incrível variedade de tradições, idiomas, manifestações artísticas e modos de vida. O que não muda é o respeito pela natureza que todos eles têm. Afinal é dela que eles dependem para viver: onde caçam, pescam, coletam frutos e raízes. A maioria das nações indígenas brasileiras mantém contato com os homens brancos. Mas existem exceções.

Desde 1988, a Constituição garante o direito dos índios às terras de seus antepassados e diversas áreas vêm sendo demarcadas. Demarcar significa colocar limites para que não haja dúvidas de que aquela terra já tem dono.
A natureza está sempre presente na vida dos índios. As aldeias, cercadas pelas florestas, mostram como é possível o equilíbrio entre o homem e a mata. Nelas, a caça e a pesca são recursos de sobrevivência.

Mesmo com a fartura da floresta, há muito trabalho a ser feito, sempre em grupo. As mulheres cuidam das roças, tecem e cozinham; os homens levantam ocas, derrubam árvores, caçam e fabricam armas e canoas. Onde há aldeia, sempre existe um riacho por perto. Os índios adoram banhar-se, brincar na água e, claro, os peixes que capturam com arco e flecha.

Em 1910, o governo criou o Serviço de Proteção aos Índios, para controlar as tribos, sob a chefia do marechal Cândido Rondon. Ele pacificou índios sem violência, garantiu a posse das terras. Em 1967, foi criada a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) para a demarcação e a prestação de assistência médica e educacional.

O Dia do índio, 19 de abril, foi criado pelo presidente Getúlio Vargas através do decreto-lei 5540 de 1943, e relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças indígenas do continente resolveram participar do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México. Eles haviam boicotado os dias iniciais do evento, temendo que suas reivindicações não fossem ouvidas pelos "homens brancos". Durante este congresso foi criado o Instituto Indigenista Interamericano, também sediado no México, que tem como função zelar pelos direitos dos indígenas na América. O Brasil não aderiu imediatamente ao instituto, mas após a intervenção do Marechal Rondon apresentou sua adesão e instituiu o Dia do Índio no dia 19 de abril.

Cabe aos devidos governantes deste país, manter todos os índios sob a sua devida proteção, pois só através de tais medidas que os mesmos - que tanto influenciou a nossa cultura, o nosso vocabulário...o nosso ser, poderão sobreviver firme nas suas tradições e perpetuar o que é de mais valioso entre eles – o vínculo com a terra e o respeito por ela.

Que o Dia do Índio possa ser comemorado todos os dias, pois só dessa forma tomaremos consciência dos fatos e passaremos a respeitar as diferenças étnicas e não mais esquecer do legado de tais para a formação do povo brasileiro e do nosso país.

Salve os índios...salve os meus ancestrais – ÍNDIOS GUANÁS.

Prof. Josemar Dorilêo.

Em nome da educação e do conhecer.

terça-feira, 17 de abril de 2012

TENHA UMA BOA PROVA. / PROF. JOSEMAR DORILÊO.






Olá concurseiro.
Se aproxima a data do concurso da CEF, que bom...
Pois agora é a hora de você colocar em prática tudo que aprendeu e confiar no seu potencial.
Mantenha a calma e tenha a certeza da sua vitória.
Desejo sorte e que Deus te dê a segurança necessária nessa avaliação.
Boa prova.

Abraços e tudo de bom.
São os meus votos,

Prof. Josemar Dorilêo.
Em nome da educação e do conhecer.

DICAS-RELÂMPAGO DO PROF. JOSEMAR DORILÊO PARA A CEF, PF E DEMAIS CONCURSOS.






TEMAS DE PESO PARA A SUA REDAÇÃO:

Desenvolvimento Sustentável / Novo acordo ortográfico / Reforma ministerial / Questões ambientais / Crise econômica mundial / Crise no mundo árabe ( Primavera Árabe ) / BRICS / A mulher na atual conjuntura político-social no mundo e no Brasil / Preconceito / Bullying / Violência / Criminalidade / Ações afirmativas / Esportes.


TEMAS DE PESO PARA A SUA PROVA DE ATUALIDADES:


· 90 ANOS - CRIAÇÃO DA URSS

· 90 ANOS - SEMANA DA ARTE MODERNA

· 80 ANOS – REVOLTA CONSTITUCIONALISTA DE SÃO PAULO

· 80 ANOS – O PRIMEIRO VOTO FEMININO NO BRASIL

· 70 ANOS - INÍCIO DA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO NO BRASIL

· 70 ANOS – O BRASIL DECLARA GUERRA AO EIXO ( ROMA-BERLIM-TÓQUIO )

· 30 ANOS - GUERRA DAS MALVINAS

· 20 ANOS – REALIZAÇÃO DA ECO-92

· 20 ANOS – CRIAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA ( TRATADO DE MAASTRICHT ).

· 10 ANOS – CRIAÇÃO DA ZONA DO EURO

OUTROS TEMAS:

· ELEIÇÕES NOS EUA, FRANÇA, FEDERAÇÃO RUSSA ( já realizadas ), CHINA E VENEZUELA

· PROTOCOLO DE KYOTO - EXPIRA EM 2012

· ENCONTRO MUNDIAL DE SUSTENTABILIDADE NO RIO DE JANEIRO ( RIO + 20 )

· 2012 - ÚLTIMO ANO DAS REGRAS E NORMAS ANTIGAS DA LÍNGUA PORTUGUESA.

· QUESTÕES ENERGÉTICAS.

· QUESTÕES AMBIENTAIS.

· CRISE ECONÔMICA MUNDIAL

· CRISE DO MUNDO ÁRABE

· LEI FICHA LIMPA

· NOVO CÓDIGO FLORESTAL

· LEI SECA

· LEI GERAL DA COPA

· ALTERAÇÕES NA LEI MARIA DA PENHA

· REUNIÃO DO BRICS

· CÚPULA DAS AMÉRICAS

· A VISITA DO PAPA EM CUBA


BONS ESTUDOS E TUDO DE BOM.


PROF. JOSEMAR DORILÊO

Em nome da educação e do conhecer.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

MEQ - MOVIMENTO EDUCAÇÃO E QUALIFICAÇÃO(I) - PROF. JOSEMAR DORILÊO.













Por acreditar muito na importância da leitura e no poder que tem um livro em mudar um cidadão - através do conhecer dele obtido, estarei divulgando aqui em Salvador / BA, o projeto MEQ ( MOVIMENTO EDUCAÇÃO E QUALIFICAÇÃO ).
Uma das metas deste visa mostrar a importância do livro, da leitura, da educação e do conhecer - e essa etapa será dividida da seguinte forma:
1. arrecadação de 3000 livros ( já concluído ), mas em breve irei efetuar outro processo de arrecadação.
...as próximas etapas serão postadas na sequência das suas respectivas realizações, aguarde e junta-se ao MEQ.
Conto com a participação de todos. Divulguem tal projeto.

VAMOS TRANSFORMAR ESTE PAÍS ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO.

PROF. JOSEMAR DORILÊO.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

TENHA UMA SANTA SEMANA SANTA.





A Semana Santa é uma tradição religiosa que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

A Semana Santa iniciou-se ontem - Domingo de Ramos onde se faz memória da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, e tem seu término com a ressurreição de Jesus Cristo, que ocorre no domingo de Páscoa.

Que essa semana possa representar para todos um momento de reflexão para nos fazer mais humanos e capazes de sermos vitoriosos em Cristo, amém.

Que a humanidade possa de fato viver em harmonia com o Filho de Deus e que o nosso elo com Ele só aumente, fortalecendo-nos para enfrentarmos todos os obstáculos e dificuldades.

Paz aos homens na terra de boa vontade.

Abraços e tenham uma ótima e Santa Semana Santa.

Prof. Josemar Dorilêo.